Sem prefeito, Turismo de Foz tem futuro indefinido
Sem prefeito, Turismo de Foz (PR) tem futuro indefinido

Sem prefeito, Turismo de Foz tem futuro indefinido


Lourenço Kurten assumiu a secretaria em julho de 2016

[Por Panrotas, 13/01/17] Prefeito impugnado, mandatária interina e convocação de novas eleições. A cidade de Foz do Iguaçu, no oeste paranaense, vive um cenário político à brasileira. Os nomes de Paulo Mac Donald (PDT), homem que sequer chegou a assumir a prefeitura, e da presidente da Câmara Municipal, Inês da Saúde (PSD) e prefeita temporária, são mais do que falados no local.

Mas e como isso afeta o Turismo? O atual secretário da pasta, Lourenço Kurten, assumiu de maneira interina em julho do ano passado após a saída de seu antecessor, Douglas Fabricio. Mesmo com as incertezas políticas, ele confirmou a permanência no posto mais alto até a realização das próximas eleições, que deve ser concluída em até seis meses.

Em entrevista ao Portal PANROTAS, Kurten revelou dar continuidade aos planos de reestruturação da secretaria. A ideia é organizar uma reestruturação ao reposicionar a área de diretoria de Marketing e Eventos, criar um plano e cargos de salários para servidores e designar um cargo específico para cuidar de Eventos.

Outra demanda conquistada em seus cinco meses, segundo ele, é a do aumento no orçamento da pasta aprovado na câmara de Foz. Para 2017, a secretaria terá à disposição R$ 5,6 milhões no caixa, uma alta de cerca de 40% em comparação a 2016.

“Era uma solicitação do trade [a de ampliação do orçamento]. Vamos dar destaque para a promoção da cidade, criar material para divulgação e participação em eventos nacionais e internacionais”, disse o secretário interino.

Foz do Iguaçu prospecta para este ano uma alta de 10% na chegada de turistas, sobretudo com os feriados prolongados. Em 2016, de acordo com estimativas, a cidade recebeu aproximadamente 2,5 milhões de visitantes.

Para ver esse crescimento acontecer, Kurten dialoga com o Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, o Comtur, para que a secretaria de Turismo permaneça com os mesmos profissionais após a escolha do novo prefeito. A ação, no entanto, não recebeu aprovação até o momento. “O Comtur entregou uma carta para os candidatos, pré-candidatos e a prefeita interina”, revelou.

Ele acredita que o Turismo de Foz do Iguaçu não deve perder em números com o agravamento da crise política na região. “É algo bem pontual. Esse tipo de ação não vai denegrir a imagem da cidade”, finalizou.

Fonte: https://www.panrotas.com.br/noticia-turismo/destinos/2017/01/sem-prefeito-turismo-de-foz-pr-tem-futuro-indefinido_143376.html

Mais Posts: https://abeocpr.com.br/noticias

Deixe uma resposta