Abeoc Paraná apoia a Caminhada pela Reparação.

Abeoc Paraná apoia a Caminhada pela Reparação.

  • Post author:
  • Post category:Notícias

Caminhada por reparação: dia 24/02/2021, às 15h na Praça 19 de dezembro.

Primeiramente pedimos a Deus que conforte os corações daqueles tantos que tiveram em suas famílias uma vida retirada por esta terrível doença. Queremos também pedir a Ele que ilumine e proteja nossos heróis e heroínas da saúde de nossa Curitiba.

Nossa caminhada não é pela reabertura, é pela justa reparação.

Alguns setores está há 11 meses sem poder trabalhar. Outros enfrentam restrições tão severas que inviabilizam sua operação. As demissões em empresas de eventos, hotéis, agências de viagem, restaurantes e bares, ultrapassam 12 mil pessoas em nossa cidade.

Sempre que solicitamos operar dentro das regras de prevenção, nos foi negado trabalhar alegando-se o princípio do bem comum e da precaução. Acolhemos resignadamente estes argumentos.

Mesmo nossos setores tendo sido os primeiros a propor protocolos rígidos, e não diferirem, substancialmente, em se tratando de “aglomeração”, do transporte coletivo por exemplo. Ao contrário. Eventos, como o segmento M.I.C.E. – Meetings (Encontros), Incentives (Incentivos), Conferences (Conferências) and Exhibitions (Feiras), embora apareça também muitas vezes com o “E” associado a Eventos e o “C” a Convenções, possuem a rastreabilidade dos participantes, palestrantes, fornecedores e contam com ambulância, brigadistas, medição de temperatura, higienização, distanciamento em auditórios, máscaras durante o tempo de permanência nas salas, etc.

Fomos obrigados a aceitar que somos diferentes e que temos de nos sacrificar mais que outros setores pelo bem e a saúde da comunidade de nossa querida cidade.

Mas, já que não pode haver justa igualdade na distribuição do ônus da grande crise ocasionada pela COVID-19, que haja REPARAÇÃO, pois, mesmo proibidos por decreto de funcionar, continuaram as faturas de aluguel, de impostos como IPTU, de luz, água, condomínio, de folha de pagamento dos funcionários, etc.

Se essa proibição ou severa restrição de funcionamento é do interesse da coletividade, que seja assim, a coletividade representada pelo poder público, que editou a norma que nos proíbe de trabalhar, de ganhar o pão, a nos fazer a justa reparação.

Normas que concorrem ao interesse da coletividade necessitam mecanismos do poder público que obrigam a população a se comportar passivamente. Neste caso deve-se obedecer. Entretanto não podemos negar que resistir é um direito reconhecido aos cidadãos em certas condições. A resistência é legítima em nossa condição quando a ordem que o poder impõe está divorciada da justiça.

ABEOC PARANÁ.

Entidade que avança.

Entidade parceira de quem faz eventos.

ABAV PR, ABIH PR, ABRABAR, ABRASEL, ACP, ACISF, SINDABRABAR,    SINDHOTEIS, SINDIPROM, CURITIBA CONVENTION   &           VISITORS            BUREAU, LIGA DAS HAMBURGUERIAS               DE         CURITIBA, CENTRO        EUROPEU, INSPIRAR GOURMET, FAMÍLIA CAMISA PRETA, PROFISSIONAIS DO SETOR DE EVENTOS SOCIAIS, INFANTIS E CORRELATOS.